Portal ApoNews

Notícias Ceará

Abatedouro clandestino de aves é interditado em Fortaleza

Animais vivos estavam sendo alocados em condição precária, e os restos das aves vivas eram jogados em área de preservação ambiental.

Abatedouro clandestino de aves é interditado em Fortaleza
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Divulgação/Agefis
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um abatedouro clandestino de aves atuante no Bairro Vila Velha, em Fortaleza, foi interditado pela Agência de Fiscalização do município (Agefis) nesta segunda-feira (11). Conforme o órgão, os resíduos animais da atividade eram descartados em área de preservação ambiental.

O responsável pelo abatedouro foi autuado pela agência, que ainda apreendeu equipamentos de sangria, depenadora, balança, além de 140 caixas de transporte e freezer.

Segundo a Agefis, a operação ocorreu após denúncia do Ministério Público do Ceará (MPCE). A agência afirmou que os fiscais "constataram a realização da atividade de abate de aves em condições precárias de higiene e sem autorização do Serviço de Inspeção Estadual/Federal".

O órgão municipal observou sujeira no ambiente, no qual aves vivas estavam em locais contaminados por larvas. Além disso, os funcionários do abatedouro não utilizavam equipamentos de proteção individual (EPIs), como toucas, aventais, botas e fardamentos.

Uma lei municipal determina que um estabelecimento potencialmente poluidor em desacordo com as condições dadas na licença comete infração grave. Lançar detritos de qualquer natureza em corpos d'água, conforme a agência, por sua vez, é infração gravíssima. A multa para este tipo de infração fica entre R$ 1.687,50 a R$ 6.750,00.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/ce
Comentários:

Veja também