Portal ApoNews

MENU
Logo
Sábado, 17 de abril de 2021
Publicidade
Publicidade

RN

Após novo aumento gasolina chega a R$ 5,89 em Natal e ultrapassa R$ 6 no interior do RN

Postos de combustível em municípios como Guamaré e Pau dos Ferros já cobram valores acima dos R$ 6.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Após a sexta alta no ano, a gasolina está custando até R$ 5,89 nos postos de Natal nesta semana. Na principal cidade da região Oeste potiguar, em Mossoró, o preço médio da gasolina já é encontrado a R$ 5,99.

Essa realidade é ainda mais pesada em alguns municípios do interior do estado, como em Guamaré, onde há postos cobrando mais de R$ 6 no preço da gasolina. Isso também foi registrado em Pau dos Ferros.

Em Guamaré, já há postos cobrando acima dos R$ 6 — Foto: Redes sociais

Em Guamaré, já há postos cobrando acima dos R$ 6 — Foto: Redes sociais

Recentemente, um levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado no fim de fevereiro, apontou Natal como a capital com gasolina mais cara do Nordeste e tendo a terceira mais cara do Brasil. Essa posição do ranking também já havia sido registrada no fim de janeiro para o início de fevereiro.

A Petrobras anunciou o aumento do preço da gasolina e do diesel nas refinarias para esta terça-feira (9). O preço médio de venda da gasolina passou a ser de R$ 2,84 por litro, alta de R$ 0,23 por litro (alta de 9,2%), enquanto o diesel passou a média de R$ 2,86 por litro, aumento de R$ 0,15 por litro (alta de 5,5%).

É a sexta alta do ano nos preços da gasolina, e a quinta no valor do litro do diesel. Em dezembro, o litro da gasolina custava em média R$ 1,84. Já o do diesel saía a R$ 2,02.

Desde o início do ano, a gasolina acumula alta de 54% nas refinarias, enquanto o diesel subiu 41,6%.
Gasolina bate R$ 5,99 em Mossoró  — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca

Gasolina bate R$ 5,99 em Mossoró — Foto: Reprodução/Inter TV Costa Branca

Como são formados os preços da gasolina e do diesel?

Como a Petrobras é dominante no mercado, a influência do preço da gasolina e do diesel começa com a empresa, mas também há a venda de empresas privadas. O diesel sofre ainda mais influência, por conta do peso do petróleo na composição.

Além de impostos (ICMS, PIS/Pasep e Cofins, e Cide), a diferença entre os preços das refinarias para o preço cobrado do consumidor sofre influência dos lucros do produtor ou importador, custo do etanol anidro (no caso da gasolina) e do biodiesel (no caso do diesel) e margens do distribuidor e revendedor.

Cadeia de comercialização dos combustíveis — Foto: Arte/G1

Cadeia de comercialização dos combustíveis — Foto: Arte/G1

Gasolina

A gasolina vendida nos postos é uma mistura entre gasolina e etanol anidro. A divisão é de 73% e 27%, respectivamente. Como o diesel, incidem os impostos e lucro de distribuição e revenda no preço final.

A maior fatia do preço da gasolina é formada por impostos. Somados, o ICMS, o PIS/Pasep e Cofins somam 44% do valor final, sendo 29% para o primeiro e 15% para os demais. O que fica para a Petrobras (a realização ) são 29% do preço final.

Na sequência, entra o etanol anidro – representa 15% do valor final. O lucro das distribuidoras e revendedoras é de 12%.

Composição de preço da gasolina — Foto: Arte G1

Composição de preço da gasolina — Foto: Arte G1

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Reprodução/Inter TV Cabugi

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade