Portal ApoNews

Notícias Brasil

Covid-19: Rio pede que empresas liberem funcionários para vacinar

Entre as recomendações para ajudar os trabalhadores a se imunizarem no dia marcado estão ampliar o horário de almoço, postergar a entrada ou antecipar o fim da jornada, e dar preferência ao home

Covid-19: Rio pede que empresas liberem funcionários para vacinar
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de © Tânia Rêgo/Agência Brasil
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A prefeitura do Rio de Janeiro lançou hoje (3) uma campanha que pede que empregadores apoiem a vacinação contra a covid-19 facilitando a ida de seus funcionários aos postos no dia marcado pela Secretaria Municipal de Saúde.

A administração municipal pede que as empresas incentivem os trabalhadores a se vacinarem no dia certo e adotem ações que facilitem a imunização. Entre as recomendações para ajudar os trabalhadores a se imunizarem no dia marcado estão ampliar o horário de almoço, postergar a entrada ou antecipar o fim da jornada, e dar preferência ao home office, se for possível.

Em texto divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, o secretário Daniel Soranz explica que a campanha foi lançada porque um dos principais relatos de quem não vai se vacinar no dia certo é a falta de tempo por causa do trabalho.

O secretário acrescenta que cada pessoa que deixa de se vacinar no dia certo impacta a campanha, porque aumentam as filas e a demanda por repescagem. Com isso, a vacinação avança de forma mais lenta.

"Temos mais de 280 postos de vacinação na cidade e é possível ir próximo de casa, antes de trabalhar, ou próximo ao local de trabalho, durante o expediente. O importante é vacinar", diz Soranz.

Os materiais da campanha estão disponíveis no site da prefeitura dedicado ao combate à pandemia.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil
Comentários:

Veja também