Portal ApoNews

MENU
Logo
Quarta, 23 de junho de 2021
Publicidade
Publicidade

Policia

Dois suspeitos de homicídio envolvidos com chefes de facção são presos

Segundo a Polícia Civil, ambos são suspeitos de pertencer à mesma organização criminosa chefiada por Darlan e "Mago".

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Dois homens suspeitos de homicídios e de terem envolvimento com dois chefes de facção criminosa que já estiveram entre os mais procurados do Ceará foram presos nesta segunda-feira (10) em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Uma arma que seria atribuída a Alban Darlan Batista Guerra, morto após troca de tiros com a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, em julho de 2020, foi apreendida. Os dois suspeitos também seriam ligados a Francisco Cilas de Moura Araújo, o "Mago", chefe de facção preso no ano passado.

Segundo a Polícia Civil, investigações mostraram que os homens seriam os mesmos que aparecem em um vídeo difundido recentemente em redes sociais em que homens armados executam um desafeto utilizando uma pistola com traços na cor dourada.

Ainda conforme os levantamentos policiais, os dois seriam responsáveis por homicídios ordenados pelo grupo criminoso que era chefiado por Darlan e por Cilas, que figuravam no Programa Estadual de Recompensa entre os homens mais procurados do Ceará.

Após serem capturados na localidade de Paumirim, os dois suspeitos foram levados para a Delegacia Metropolitana de Caucaia, onde foram ouvidos e seguem detidos. A Polícia Civil investiga o envolvimento deles em outros homicídios ocorridos na cidade. Foram apreendidos com eles uma pistola 9 mm, 85 munições e cinco carregadores, além de um cordão dourado contendo um pingente em forma de metralhadora.

Morte de Darlan no RJ

Darlan, líder de facção em Caucaia, é morto em confronto no Rio de Janeiro

O traficante Alban Darlan Batista Guerra, conhecido como 'Darlan', foi morto em julho de 2020, em um confronto com policiais civis do Rio de Janeiro. Ele era chefe de uma facção criminosa que comandava o tráfico de drogas na cidade de Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública do Ceará (SSPDS-CE), Darlan foi encontrado em um imóvel no Bairro Gardênia Azul, na zona oeste do Rio de Janeiro. Darlan foi baleado, não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma pistola e um carro de luxo foram apreendidos na ação policial.

Os policiais apreenderam dentro do imóvel uma pistola calibre 40 que estava com Darlan, assim como um automóvel de luxo, com placas registradas na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Prisão de "Mago" no Piauí

O chefe de uma facção criminosa de Caucaia, na Grande Fortaleza, foi preso em um apartamento no Piauí em uma operação interestadual, também em julho de 2020. Francisco Cilas de Moura Araújo, o "Mago", era um dos homens mais procurados do Ceará e informações sobre o paradeiro dele valiam recompensa de R$ 10 mil. A prisão foi divulgada em rede social nesta manhã pelo secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa.

Cilas responde a inquéritos policiais por porte e posse ilegal de armas de fogo, associação criminosa, tráfico de drogas e homicídios. Ele estava foragido desde 14 de julho de 2016, quando fugiu por meio de um túnel construído no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II (IPPOO II). Após ser capturado em Teresina (PI) nesta segunda, o homem foi trazido para Fortaleza.

O chefe da facção foi localizado no apartamento alugado em um condomínio considerado de "classe média/alta", segundo Alisson Gomes, delegado adjunto da Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas (Draco). No local, o criminoso vivia há cerca de um mês com a esposa, filhos e um amigo.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/ce

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Polícia Civil/Polícia Militar

Publicidade
Publicidade

Comentários: