Portal ApoNews

MENU
Logo
Sábado, 17 de abril de 2021
Publicidade
Publicidade

Policia

Ex-vereador é preso suspeito de ameaçar irmã de morte

Suspeito mandou um áudio em rede social afirmando que executaria a irmã e o companheiro dela.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um ex-vereador do município de Crateús, no interior do Ceará, foi preso preventivamente nesta quarta-feira (24) suspeito de ameaçar a própria irmã de morte após ela negar indicá-lo a um cargo na prefeitura da cidade. Ela é vereadora atualmente da cidade. O homem, de 43 anos, foi preso após a Polícia Civil receber denúncia da vítima, vereadora de Crateús.

Conforme denúncia da vítima, o irmão queria ser indicado para um cargo público e após a vereadora negar, o suspeito, que já responde na polícia por ameaça e crimes de trânsito, mandou um áudio em rede social afirmando que executaria a irmã e o companheiro dela.

A Polícia Civil instaurou procedimento policial e representou pela prisão do homem. Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Poder Judiciário e, logo em seguida, foi cumprido. A pasta não informou o nome do ex-vereador.

O suspeito ainda é alvo de investigação pelo crime de extorsão, artigo 158 do Código Penal, que prevê pena de reclusão de quatro a dez anos de reclusão e multa.

Denúncias

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para os números (88) 3692-3504 ou (88) 3692-3308, da Delegacia Regional de Crateús. A unidade policial também disponibiliza o telefone (85) 98616-6699, que é o número de WhatsApp para denúncias. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/ce

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Tony Sales/Arquivo pessoal

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade