Portal ApoNews

MENU
Logo
Quarta, 23 de junho de 2021
Publicidade
Publicidade

RN

Governo anuncia instalação de 900 câmeras em presídios do RN

Novo sistema eletrônico de segurança tem investimento de R$ 7,6 milhões, de acordo com a Seap.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Com investimento de R$ 7,6 milhões, o governo do Rio Grande do Norte iniciou a instalação de um sistema eletrônico de segurança inteligente que atua de forma integrada em todos os presídios do estado. Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (Seap), o projeto inclui circuito fechado de TV, alarme, controle de acesso, sonorização, automação de iluminação, videomonitoramento e análise de imagens nas unidades prisionais. Serão instaladas 900 novas câmeras.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio, contou que há dois anos o sistema prisional contava com 160 câmeras. "Nós passamos, no período de um ano, para 418 câmeras, interligando as unidades prisionais com o Ciosp. Agora, vamos para 1.318 com este programa", declarou.

A nova tecnologia aumentará a segurança dos estabelecimentos prisionais, controlados na atual gestão sem o registro de motins, rebeliões ou resgates de presos. "A gente tem que partir do discurso para a prática e a ação. A prioridade se faz com atitudes e gestos como este: com investimento, modernização e tecnologia de ponta na gestão do sistema penitenciário", disse a governadora Fátima Bezerra.

Os trabalhos têm início pela Penitenciária Estadual de Alcaçuz e Penitenciária Rogério Coutinho Madruga, em Alcaçuz, maior complexo prisional do RN, no município de Nísia Floresta, e nas unidades de Parnamirim, Ceará-Mirim e Natal, de forma simultânea através de cinco frente de trabalho, com prazo de conclusão de 180 dias.

A apresentação do projeto foi feito pela empresa vencedora do pregão, a Avantia Tecnologia e Segurança, na última quarta-feira (12). A expectativa é que o programa desenvolvido para o Rio Grande do Norte seja referência para outros estados.

Tecnologia

A Seap destacou também que as câmeras possuem inteligência artificial para a contagem de pessoas; reconhecimento facial; leitura de placas; linhas inteligentes de perímetro; detecção de movimento; entre outras funções de última geração. Todo o sistema operará por uma rede de informática nova, sem usar a rede local das unidades, resultando num conjunto eficiente e seguro. Diz ainda que o projeto é executado com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Segurança Pública, e contempla manutenção preventiva e corretiva pelo período de três anos.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Pedro Vitorino

Publicidade
Publicidade

Comentários: