Portal ApoNews

Notícias Piauí

Helicóptero da PM do Piauí é enviado para auxiliar no combate a incêndio

Uma aeronave do estado do Maranhão está prevista para chegar na região ainda neste domingo (12).

Helicóptero da PM do Piauí é enviado para auxiliar no combate a incêndio
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Divulgação /PM-PI
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um helicóptero da Polícia Militar do Piauí foi enviado neste sábado (11) ao município de São Raimundo Nonato, Sul do estado, para ser usado no combate ao incêndio de grandes proporções que ameaça os Parque Nacional da Serra da Capivara.

O parque concentra a maior quantidade de sítios arqueológicos pré-históricos das Américas e é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação.

“Ele vai decolar, fazer o levantamento dos focos de incêndio e, em seguida, lançar as equipes nesses pontos para elas fazerem o combate do fogo”, informou o coronel João Costa, chefe de operações do Corpo de Bombeiros do Piauí.

O piloto da aeronave, tenente-coronel Josué Saraiva, afirmou ao G1 que ela ficará na região o tempo que for necessário. “É uma helicóptero modelo Robson 44, que vai trabalhar mais na área do reconhecimento dos focos de incêndio”, disse.

Outro helicóptero do estado do Maranhão está previsto para chegar na região ainda neste domingo (12) para realizar o lançamento de água nos pontos em que as equipes estiverem atuando para controlar o fogo.

“Ela tem a capacidade de 500 L por voo. Foi um pedido feito ao comandante do Corpo de Bombeiros do Maranhão”, comentou o coronel João Costa.

Áreas com focos de incêndio neste sábado (11) — Foto: Divulgação /Corpo de Bombeiros

Áreas com focos de incêndio neste sábado (11) — Foto: Divulgação /Corpo de Bombeiros

Ao todo, 35 pessoas estão trabalhando no combate ao incêndio em São Raimundo Nonato, entre bombeiros do Piauí e da Bahia, e brigadistas do Instituto Chico Mendes [ICMBio] e técnicos da prefeitura.

"Nosso objetivo é evitar que o incêndio chegue ao Parque da Serra da Capivara. O fogo está contido em uma área cercada por aceiros [cortes na mata] para evitar que se propague até o parque", informou.

Incêndio ameaça Parque Nacional da Serra da Capivara — Foto: Arquivo pessoal/Joaquim Neto

Incêndio ameaça Parque Nacional da Serra da Capivara — Foto: Arquivo pessoal/Joaquim Neto

Em São Raimundo Nonato, o maior foco do incêndio se concentra no assentamento Serra dos Gringos, a 8 km do Parque Nacional Serra da Capivara. Outro foco de menor proporção se concentra no Baixão dos Diógenes, zona urbana do município, onde há poucas casas.

Incêndio no assentamento Novo Zabele é extinto nessa sexta-feira (10) — Foto: Divulgação /Corpo de Bombeiros

Incêndio no assentamento Novo Zabele é extinto nessa sexta-feira (10) — Foto: Divulgação /Corpo de Bombeiros

O fogo no município iniciou no dia 7 de setembro e chegou atingir casas e propriedades. Conforme a prefeitura, as famílias atingidas estão sendo cadastradas para receber um auxílio. Ainda não há informações de quantas pessoas serão beneficiadas.

O incêndio na região do Parque Nacional da Serra da Capivara, Sul do Piauí, foi visto do espaço. O satélite capturou o momento de maior incidência do fogo na área, que possui o maior quantidade de sítios arqueológicos pré-históricos das Américas e é considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação.

Incêndio na região do Parque Nacional da Serra da Capivara é visto do espaço — Foto: Reprodução

Focos de incêndio no Piauí
Incêndio atinge zona rural de São Raimundo Nonato e ameaça Parque Nacional da Serra da Capivara — Foto: André Pessoa

Incêndio atinge zona rural de São Raimundo Nonato e ameaça Parque Nacional da Serra da Capivara — Foto: André Pessoa

O Piauí concentrou nos primeiros nove dias de setembro quase 8% do total de focos de incêndio registrados no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Ao todo, já foram 776 focos de queimadas registrados no estado.

A cidade de Pimenteiras, cidade a 260 km de Teresina, liderou em quantidade de focos de incêndio registrados nos primeiros dias do mês: 74 focos, sendo 9,5% do total registrado no estado. Segundo a prefeitura do município, a região tem sido monitorada frequentemente para combater o fogo.

"A Prefeitura e a Secretaria de Meio Ambiente, os brigadistas e o Corpo de Bombeiros estão fazendo de tudo, 24 horas, para conter o avanço do fogo no município", informou a prefeitura de Pimenteiras.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/pi
Comentários:

Veja também