Portal ApoNews

MENU
Logo
Quinta, 25 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Mossoró

Incêndio destrói depósito de embalagens de fábrica de sabão em Mossoró

Fogo começou por volta das 20h da quinta-feira (31) e, até 11h30 desta sexta-feira (1º), não havia sido controlado pelo Corpo de Bombeiros.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um incêndio de grande proporção destruiu parcialmente o depósito de embalagens de uma fábrica de sabão que fica localizada na RN 117, em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O fogo teria começado por volta das 20h da quinta-feira (31) e, até 11h30 desta sexta-feira (1º), não havia sido controlado. Ninguém ficou ferido.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e trabalha para conseguir controlar as chamas. Já são quase 15 horas de incêndio. "O fogo não foi totalmente controlado. Estamos usando outras técnicas, além do resfriamento com água. Também jogamos areia para tentar extinguir esse incêndio com a técnica do abafamento, mas até agora não tivemos sucesso. Iremos continuar tentando até conseguir", explica o major Alcione Araújo, do Corpo de Bombeiros.

De acordo com testemunhas, uma série de explosões pôde ser ouvida no local. Segundo o Corpo de Bombeiros ainda não se sabe o que provocou o incêndio. Segundo Araújo, "o incêndio se deu em grandes proporções, tendo em vista a grande quantidade de material combustível (muito plástico, papel), dificultando o trabalho".

Chamas começaram por volta das 20h da quinta-feira (31) — Foto: Ednardo Paiva

Chamas começaram por volta das 20h da quinta-feira (31) — Foto: Ednardo Paiva

O major Araújo destacou que esse foi o maior incêndio que o Corpo de Bombeiros atendeu no ano de 2020 na região do Alto Oeste potiguar.

Cerca de 400 mil litros de água já foram usados na operação, com o apoio de vários carros-pipas do município e de empresas particulares. O empresário Jerônimo Figueiredo é um dos voluntários. Ele conta que estava em casa esperando a virada de ano, quando soube da notícia. "Eu tenho uma empresa de poço d'água e, juntamente com amigos, viemos ajudar. Chegamos aqui por volta das 21h30 e vamos ficar até tudo terminar", falou..

Depósito tinha muito material inflamável, como plásticos e papelão — Foto: Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

Depósito tinha muito material inflamável, como plásticos e papelão — Foto: Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem para nossa redação!