Portal ApoNews

MENU
Logo
Quarta, 24 de fevereiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Policia

Lâminas e celulares são apreendidos em presídio

Revista realizada no Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros nesta segunda-feira (22).

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma vistoria realizada no Presídio Juiz Antonio Luiz Lins de Barros resultou na apreensão de facas, facão, foice, celulares e barrotes, entre outros materiais ilícitos. A revista aconteceu nesta segunda-feira (22) nessa unidade prisional que faz parte do Complexo do Curado, na Zona Oeste do Recife.

De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), a ação contou com a atuação de profissionais do setor de Segurança, Núcleo de Inteligência, Gerência de Operações e Segurança (GOS) e de policiais penais do plantão.

Confira a lista de materiais ilícitos apreendidos no presídio:

  • 35 facas industrializadas
  • 1 facão industrializado
  • 1 foice industrializada
  • 78 carregadores de celular
  • 44 aparelhos de celular
  • 6 barrotes
  • 3 balanças de precisão
  • 230 litros de bebida artesanal
  • 2 usinas para fabricação de bebida artesanal
  • 4 litros de tolueno (cola de sapateiro)
  • 180 g de substância amarelada (aparentemente crack, segundo a Seres)
  • 1,870 g de substância vegetal (aparentemente maconha, de acordo com a Seres)

Outra apreensão

Nesse mesmo presídio, mas no dia 13 de novembro de 2020, uma revista encontrou 24 facas e três facões industrializados, 27 celulares, 53 carregadores de celular, 27 fones de ouvido e quatro balanças.

Além disso, também foram apreendidos, aproximadamente, 1,5 litro de cola de sapateiro, 68 latas de cerveja, duas usinas artesanais, 333 litros de cachaça artesanal, oito metros de serpentina de cobre para usina artesanal e 17 cartelas de medicamentos psicotrópicos.

A Seres informou, ainda, a apreensão de, aproximadamente, 995 gramas de uma substância que, segundo a pasta, aparenta ser cocaína, e outras 930 gramas de outra substância, aparentemente maconha.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/pe

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Seres/Divulgação

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem para nossa redação!