Portal ApoNews

MENU
Logo
Sábado, 16 de janeiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Mossoró

Mossoró fecha 2019 com pouco mais de 290 novos postos de trabalho

Serviços foi o setor da economia que mais gerou emprego com carteira assinada

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Mossoró fechou 2019 com saldo positivo de emprego com carteira assinada. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) divulgados na última sexta-feira (24) pelo Ministério da Economia mostram que houve a geração de 293 novas vagas de emprego formal no município no ano passado. O número de admissões, somados os 12 meses, ficou em 20.045 contra 19.752 desligamentos na segunda maior cidade do Rio Grande do Norte.

De acordo com o indicador, dezembro encerrou uma sequência de seis meses seguidos que o município tinha mais contratações do que desligamentos. O último mês de 2019 teve 1.252 admissões ante 1.718 demissões. Saldo negativo de 466 vagas.

O saldo ficou positivo nos meses de junho (443), julho (344), agosto (837), setembro (521), outubro (469) e novembro (137). Assim como dezembro, janeiro (-376), fevereiro (-672), março (-672), abril (-127) e maio (-145) tiveram mais demissões do que contrações.

O Caged é divulgado mensalmente pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia e traz o registro permanente de admissões e dispensa de empregados, sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Setor de Serviços termina ano com saldo positivo e Agricultura negativo

O setor de Serviços em Mossoró terminou o ano com saldo positivo na geração de emprego formal. Em 2019, foram 7.365 contratações com carteira assinada contra 6.655 desligamentos.

Já a Agricultura amargou resultado negativo no levantamento. O setor teve saldo negativo de 346 vagas. Houve 2.759 admissões contra 3.105 demissões.

RN teve saldo positivo de 3,7 mil empregos

O Rio Grande do Norte fechou 3.133 vagas formais de trabalho em dezembro de 2019, mas encerrou o ano com saldo positivo de 3.741 empregos. O setor que mais criou vagas ao longo do ano, o setor de Serviços também foi o que mais demitiu em dezembro.

Ao longo de 2019, o estado registrou um total de 149.222 contratações, contra 145.481 demissões, gerando o saldo de 3,7 mil novas vagas - crescimento de 0,88%. Ao fim dos 12 meses, a capital Natal fechou 1.904 vagas, enquanto Parnamirim, na região metropolitana, teve criação de 1.943 novos empregos.

No acumulado do ano, o setor de Serviços foi o que mais criou empregos no estado, com saldo de 2.161 novas carteiras assinadas, seguido pela Construção Civil (951), pela Agropecuária (384), Serviços Industriais de Utilidade Pública (217) e Comércio (109).

Brasil

O Brasil fechou 2019 com o maior saldo de emprego com carteira assinada em números absolutos desde 2013. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) de dezembro mostram que houve a geração de 644.079 novas vagas de emprego formal no país em 2019, o que significa 115 mil postos a mais do que o registrado em 2018. Com isso, o estoque de empregos com carteira assinada chegou a 39 milhões de vínculos – em 2018, esse número tinha ficado em 38,4 milhões.

Todos os oitos setores da economia registraram saldo positivo em 2019. O destaque do ano ficou com Serviços, responsável pela geração de 382.525 postos. No Comércio foram 145.475 novas vagas e na Construção Civil, 71.115. O menor desempenho foi o da Administração Pública, com 822 novas vagas.

Setores

Extrativa Mineral

Admissões: 447

Desligamentos: 420

Saldo: 27

Indústria de Transformação

Admissões: 1.626

Desligamentos: 1.726

Saldo: -100

Serviços Industriais de Utilidade Pública

Admissões: 10

Desligamentos: 19

Saldo: -9

Construção Civil

Admissões: 2.852

Desligamentos: 2.849

Saldo: 3

Comércio

Admissões: 4.931

Desligamentos: 4.936

Saldo: -5

Serviços

Admissões: 7.365

Desligamentos: 6.655

Saldo: 710

Administração Pública

Admissões: 55

Demissões: 42

Saldo: 13

Agricultura

Admissões: 2.759

Demissões: 3.105

Saldo: -346

Mês a Mês

Dezembro

Admissões: 1.252

Desligamentos: 1.718

Saldo: -466

Novembro

Admissões: 1.497

Desligamentos: 1.360

Saldo: 137

Outubro

Admissões: 1.728

Desligamentos: 1.259

Saldo: 469

Setembro

Admissões: 1.942

Desligamentos: 1.421

Saldo: 521

Agosto

Admissões: 2.416

Desligamentos: 1.579

Saldo: 837

Julho

Admissões: 1.859

Desligamentos: 1.515

Saldo: 344

Junho

Admissões: 1.697

Desligamentos: 1.254

Saldo: 443

Maio

Admissões: 1.457

Desligamentos: 1.602

Saldo: -145

Abril

Admissões: 1.590

Desligamentos: 1.717

Saldo: -127

Março

Admissões: 1.343

Desligamentos: 2.015

Saldo: -672

Fevereiro

Admissões: 1.551

Desligamentos: 2.223

Saldo: -672

Janeiro

Admissões: 1.713

Desligamentos: 2.089

Saldo: -376

Total

2019

Admissões: 20.045

Demissões: 19.752

Saldo: 293

 

Fonte: DeFato.com

Matéria: 0161/2020

Gosta do nosso trabalho? Contribua para nos ajudar. CLIQUE AQUI!

Aviso: Este é um conteúdo de autoria própria, a sua reprodução está devidamente proibida e protegida por lei de acordo com o Art. 184 do Código Penal Brasileiro - Decreto de Lei 2848/40, e não reflete necessariamente a opinião do GRUPO APONEWS DE COMUNICAÇÃO.

Comentários:

Envie sua mensagem para nossa redação!