Portal ApoNews

Notícias Pernambuco

Mulher é arremessada ao ser atropelada por motociclista; homem estava bêbado e foi preso, diz polícia

Caso ocorreu em Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. 'Pensei que ela tinha morrido', diz filha da vítima.

Mulher é arremessada ao ser atropelada por motociclista; homem estava bêbado e foi preso, diz polícia
Reprodução/WhatsApp
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Câmeras de segurança registraram o momento em que uma mulher de 37 anos é arremessada ao ser atropelada por um motociclista, na Rua Nova Descoberta, no bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife. As imagens são fortes. De acordo com a Polícia Civil, o homem estava bêbado e foi preso em flagrante.

Segundo as imagens das câmeras, o atropelamento aconteceu às 22h15 do sábado (4). O caso foi confirmado pela Polícia Civil neste domingo (5). A mulher foi identificada como Marília Maria Guedes, que é dona de casa e estava indo de casa para a casa da mãe, que fica do outro lado da rua, disseram parentes.

As imagens mostram a vítima caminhando e, ao atravessar a rua, sendo atingida pela moto, que passa em alta velocidade. Ela é arremessada para o outro lado da via e o motociclista também cai da moto. Há dois ângulos que mostram o atropelamento.

Depois da colisão, algumas pessoas que estavam na via correm para perto deles, para prestar assistência. A mulher foi socorrida para o Hospital da Restauração, no Centro do Recife, e o motociclista foi levado à Delegacia de Nova Descoberta, onde foi autuado e preso por embriaguez e atropelamento com vítima não fatal.

Uma das filhas de Marília, Giselle Guedes, de 20 anos, disse que a mãe está sentindo muitas dores, mas que está consciente, orientada e conseguindo se comunicar.

"Ela fraturou o fêmur e a bacia. Fez um raio-X e uma tomografia, mas o resultado ainda não saiu. Quando soube do acidente, eu pensei que ela tinha morrido, mas consegui falar com ela ainda na ambulância. Ela está no corredor do hospital, esperando para ser atendida, porque tem várias pessoas na frente dela", afirmou a filha da vítima.

Mulher atravessando a Rua Nova Descoberta, no Recife, instantes antes de ser atropelada na noite do sábado (4) — Foto: Reprodução/WhatsApp

Mulher atravessando a Rua Nova Descoberta, no Recife, instantes antes de ser atropelada na noite do sábado (4) — Foto: Reprodução/WhatsApp

 

A vendedora Fernanda Roberta Costa da Silva, prima da vítima, disse que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi rápido ao chegar ao local. Além disso, segundos antes do acidente, uma viatura da Polícia Militar passou pelo local e deu apoio.

"O rapaz que estava na moto estava bêbado, não tinha habilitação e se recusou a fazer o bafômetro", disse a vendedora. O g1 questionou à Polícia Civil se foi feito bafômetro na delegacia, mas não havia informação no registro, apenas que o homem foi autuado por embriaguez e atropelamento com vítima não fatal.

Sobre a Marília, a família afirmou aguardar notícias do hospital. "Ela não está conseguindo mexer as pernas. A gente está esperando notícias do ortopedista, que ainda vai ver ela, para saber se ela vai ficar com alguma sequela ou não. Acho que ela não viu ele, porque ele veio tão rápido, que acho que ela não viu ele vindo. [...] Ela voou mais de cinco metros, bateu a cabeça", disse a vendedora.

De acordo com a Polícia Civil, o motociclista, que não teve o nome divulgado, deve passar por audiência de custódia para saber se responde ao processo em liberdade ou se permanece preso.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/pe

Veja também