Portal ApoNews

Notícias Policia

Polícia apreende bolos e detém suspeitos de promoverem aniversário de facção criminosa no RN

Drogas também foram apreendidas durante ações que aconteceram em Natal, região metropolitana e interior do estado.

Polícia apreende bolos e detém suspeitos de promoverem aniversário de facção criminosa no RN
Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Cedida
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma operação conjunta realizada em vários pontos de Natal, região metropolitana interior do estado prendeu suspeitos e apreendeu bolos, fogos de artifício e outros materiais que seriam usados em festas alusivas ao "aniversário" de uma facção criminosa que atua dentro e fora de presídios potiguares.

As ações da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Penal aconteceram na noite deste sábado (27), segundo confirmou a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Porém o saldo da operação, com quantidade de pessoas detidas e de materiais apreendidos, só deve ser divulgado nesta segunda-feira (29).

Segundo a pasta, além de combater a criminalidade, os policiais evitaram aglomerações, proibidas pelo decreto que determina isolamento social por causa da Covid-19 no estado.

Ainda assim, na noite deste sábado (27), várias pessoas relataram terem ouvido fogos de artifícios em vários pontos da Grande Natal, por volta das 19h30. "Alguém sabe porque estava tendo tantos fogos aqui em Natal?", questionou um dos curiosos nas redes sociais.

Suspeito baleado

Uma das ações da PM aconteceu na comunidade Gogó da Ema, em Nisia Floresta, na Grande Natal. De acordo com a PM, quando as equipes chegaram ao local, suspeitos atiraram contra e policiais, dando início a um confronto. Eles tentaram fugir pulando muros de casas vizinhas.

No entanto, os militares conseguiram deter os suspeitos, um deles ferido por um tiro. Os policiais ainda encontraram um revólver calibre .38 com um dos presos.

O suspeito ferido foi levado até um hospital, onde recebeu cuidados médicos. Após receber alta, ele foi conduzido e com os demais à Central de Flagrante da Polícia Civil, em Natal.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/rn
Comentários:

Veja também