Portal ApoNews

Notícias Piauí

Polícia Civil investiga denúncia de burros feridos transportando sacas de areia em Francisco Santos

Segundo o dono dos burros, eles transportavam sacas de 60 a 70 quilos de areia diariamente. O homem pode responder por crime de maus-tratos a animais.

Polícia Civil investiga denúncia de burros feridos transportando sacas de areia em Francisco Santos
Apapi
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Civil de Picos investiga uma denúncia de maus-tratos contra quatro burros que eram usados para transportar sacas de areia, na cidade de Francisco Santos. Os animais apresentavam feridas nas costas, e eram obrigados a trabalhar mesmo feridos e adoecidos.

A fundadora da Apapi, a professora Sanya Elayne, contou que recebeu a denúncia pelas redes sociais, e pediu apoio da Polícia Militar para visitar o sítio onde estavam os animais, no dia 22 de junho. No local, foram encontrados três burros com feridas abertas nas costas, causadas pelo transporte da carga sem proteção

“O dono dos animais dizia que um burro tinha mordido o outro, mas a gente via que os ferimentos eram no local onde vai a carga, no dorso do animal, que ele colocava sem nem uma manta de proteção”, contou

Ainda segundo Sanya, o dono dos burros contou que havia colocados os animais para trabalhar até um dia antes da gravação do vídeo. Os burros, segundo o dono, transportavam sacas de 60 a 70 quilos de areia.

Diante da situação, a Apipa entregou ração e medicamentos para o dono dos animais, para que ele mesmo tratasse as feridas dos burros. Com ajuda da Polícia Militar da cidade, a associação tem acompanhado o estado de saúde dos animais.

“Nós da Apapi não podemos resgatar esses animais, não temos onde mantê-los. Então, entramos em um acordo com o dono, para que ele não pusesse eles para trabalhar mais. E eles foram medicados, e as feridas estão melhores”, contou.

O caso foi denunciado ao Ministério Público. Nesta terça-feira (20) a Polícia Civil foi até o local para iniciar a investigação. Segundo o delegado Rodrigo Morais, quando o inquérito for concluído, o homem pode responder pelo crime de maus-tratos contra animais.

FONTE/CRÉDITOS: g1.globo.com/pi
Comentários:

Veja também

Seja assinante do nosso portal! É GRÁTIS!

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!