Portal ApoNews

MENU
Logo
Sábado, 15 de maio de 2021
Publicidade
Publicidade

Policia

Polícia encerra festa com mais de 300 pessoas em hotel em praia

Diante à pandemia, as autoridades também interviram nas realizações de eventos em municípios da Grande Fortaleza.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um evento com aglomeração de pessoas, que acontecia em um hotel na Avenida Dioguinho, Praia do Futuro, em Fortaleza, foi encerrado por policiais na madrugada deste domingo (25). De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), mais de 300 pessoas estavam na festa.

Devido à pandemia da Covid-19, eventos com mais de 100 pessoas estão proibidos no Ceará. A partir desta segunda-feira (26), um novo decreto do Governo do Estado também proíbe realização de eventos em ambientes fechados. As medidas visam combater a disseminação do novo coronavírus e, consequentemente, reduzir a taxa de contágio no Ceará.

Por nota, a SSPDS informou que outros eventos nos municípios de Maracanaú e Aquiraz (Praia do Iguape), ambos na Grande Fortaleza, também foram dispersados. A operação foi comandada pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da SSPDS/CE.

“Mantendo a estratégia de coibir aglomerações em virtude do Decreto Estadual de Distanciamento Social para a prevenção do Covid-19, e para coibir ações de perturbação do sossego alheio, a segunda noite consecutiva da Operação nas Áreas Integradas de Segurança, iniciada na noite desse sábado (24) até a madrugada deste domingo (25), realizou intervenções nos bairros Serviluz, Vicente Pinzon, Praia do Futuro, Paupina, Alagadiço Novo, Cambeba, José de Alencar, Benfica/Praça de Gentilândia/Gato Preto, Aldeota, Praia de Iracema e Varjota", de acordo com a Secretaria.

Infrações

Levantamento feito pela Pasta também indicou que o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará realizou uma interdição e um auto de notificação em estabelecimentos fiscalizados durante a operação. Já a Polícia Civil registrou um Termo Circustanciado do Ocorrência (TCO) por descumprimento do decreto estadual. O TCO foi lavrado no 2º Distrito Policial, no bairro Aldeota.

Na madrugada de sexta-feira (23) para sábado (24) outros quatro locais, três em Fortaleza e quatro em Aquiraz, Região Metropolitana, já haviam sido fechados pelas autoridades. A Secretaria informou que junto aos eventos interditados neste domingo (25) as aglomerações somavam mais de duas mil pessoas.

Participações

“Para a investida, a SSPDS, através da Copol, contou com um efetivo de servidores das forças da Segurança Pública, secretarias e órgãos parceiros: Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), Polícia Militar do Ceará (PMCE), Corpo de Bombeiro Militar do Ceará (CBM/CE), Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Equipes da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) e Coordenadoria de Inteligência (Coin) da SSPDS”, disseram em nota.

Denúncias contra festas e situações de perturbação do sossego podem ser realizadas através da Coordenadoria de Ações Integradas de Segurança (Ciops), pelo 190.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/ce

Créditos: As fotos e vídeos contidos nesta matéria é de inteira e total responsabilidade de Divulgação/SSPDS

Publicidade
Publicidade

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade