Portal ApoNews

Notícias Piauí

PRF prende cinco motoristas dirigindo embriagados nas rodovias do Piauí

As ocorrências foram registradas nas rodovias federais e os condutores foram autuados por dirigirem sob efeito de álcool.

PRF prende cinco motoristas dirigindo embriagados nas rodovias do Piauí
Divulgação/PRF-PI
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Piauí prendeu cinco pessoas entre quinta-feira (23) e domingo (26) durante a Operação Natal 2021. As ocorrências foram registradas nas rodovias federais e os condutores foram autuados por dirigirem sob efeito de álcool.

Uma dessas prisões ocorreu no município de Santa Luz, a 587 km de Teresina, na noite de domingo. Segundo a PRF, um motorista ligou para a guarnição informando que o veículo a sua frente estava dirigindo perigosamente na BR 135.

"Quando a polícia localizou o veículo na rodovia federal, percebeu que o motorista por vezes invadia a contramão, fazendo 'zigue-zague'. Ao dar continuidade à abordagem, a PRF notou que o condutor era um homem de 46 anos, inabilitado, apresentando visíveis sinais de embriaguez", informou a PRF.

O motorista foi submetido ao exame de alcoolemia, que constatou o teor de 1.16 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. Diante do fato, foi dado voz de prisão ao condutor e depois ele foi encaminhado à delegacia de Bom Jesus para os procedimentos cabíveis.

Outra prisão ocorreu em Teresina, também na noite desse domingo (26), onde um motociclista de 45 anos, embriagado, foi preso pela PRF na BR-343 após tentar realizar o retorno em cima do canteiro de divisão de fluxos da Avenida João XXIII.

Durante a abordagem, os policiais verificaram que o condutor estava com os olhos vermelhos e voz embargada. O condutor realizou o teste do bafômetro, que acusou a presença de 0,84 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões. O homem foi preso e levado para Central de Flagrantes da capital.

Aviso: Esse conteúdo não reflete a opinião do nosso portal e a sua fonte é g1.globo.com/pi

Veja também

Envie sua mensagem para nossa Central de Atendimento.