Portal ApoNews

MENU
Logo
Quarta, 20 de janeiro de 2021
Publicidade
Publicidade

Policia

Três policiais militares são presos por chacina que deixou 5 mortos

Cinco homens foram mortos e um jovem sobreviveu ao crime que aconteceu no dia 18 de novembro.

Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Três policiais militares, sendo um oficial e dois praças, foram presos nesta terça-feira (15) pela chacina com cinco mortes ocorrida na cidade de Quiterianópolis, a 410 quilômetros de Fortaleza. Os crimes aconteceram no dia 18 de novembro, quando cinco homens foram assassinados a tiros em residência no Centro do município.

As identificações dos policiais presos e as patentes ainda não foram divulgadas pela Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS).

As vítimas consumiam bebidas alcoólicas em uma residência na Rua Manuel Vieira de Carvalho, quando quatro homens armados entraram no local, pediram para as vítimas ficarem deitadas e efetuaram disparos. Um sexto homem ficou ferido e foi socorrido para um hospital na região.

De acordo com a Secretaria da Segurança do Ceará, os três presos são investigados por serem os executores dos crimes. Foram cumpridos mandados de prisão temporária e de busca e apreensão, nesta terça-feira.

As vítimas foram identificadas como: Irineu Simão do Nascimento, 25 anos, José Reinaque Rodrigues de Andrade, 31 anos, Etivaldo Silva Gomes, 23 anos, Antônio Leonardo Oliveira Silva, 19 anos, e Gionnar Coelho Loiola, 31 anos.

As investigações que levaram a prisão dos policiais foram conduzidas por uma comissão composta pelas delegacias Municipal de Quiterianópolis e Regional de Tauá, e pelos Departamentos de Polícia Judiciária do Interior Sul (DPJI Sul), de Inteligência Policial (DIP) e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Todo o trabalho teve a cooperação da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social e da Assessoria de Inteligência da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Crime

O bando criminosos invadiu o local armado e encontrou José Reinaque no quintal, e Antônio Leonardo na cozinha.

Os criminosos ordenaram que seis deles fossem para fora do imóvel e que ficassem deitados no chão para serem executados. O sexto é justamente o jovem que fingiu estar morto após ser baleado. Outras quatro pessoas que estavam na casa foram poupadas.

Vítimas de chacina em Quiterianópolis são enterradas

Duas das vítimas fatais tinham antecedentes criminais. Conforme a SSPDS, Irineu Simão tinha passagens pela polícia por roubo e associação criminosa e José Reinaque Rodrigues de Andrade tinha antecedentes por roubo e usava tornozeleira eletrônica.

Gionnar era cirurgião-dentista, morava e trabalhava na cidade de Novo Oriente, segundo informações do irmão dele, o jornalista Nathan Loiola. De acordo com o familiar, Gionnar tinha ido a Quiterianópolis para um almoço.

Esta é uma cópia de conteúdo e não reflete necessariamente a opinião do GRUPO APONEWS DE COMUNICAÇÃO, sendo de inteira e total responsabilidade de g1.globo.com/ce

Créditos (Imagem de capa): Esta foto é de inteira e total responsabilidade de Reprodução

Comentários:

Envie sua mensagem para nossa redação!